☑️ Repercute nas redes sociais caso de servidora da saúde do quadro da UPA 24 hrs do município que pediu demissão por, segundo relato “sentir-se com péssima impressão da direção da UPA.”

Funcionária do quadro também alega em postagem de rede social que entrega o cargo por sufoco e sofrer perseguição, evidenciando que a diretora não teria trato algum com servidores.

Da mesma maneira, casos de demissões de servidores públicos com anos de serviços prestados em diferentes gestões já repercutiram anteriormente, chegando ao momento de consonância com funcionários atuais da própria gestão por dificuldades de atuação.

Em ocasiões passadas por críticas a direção da unidade de pronto atendimento (UPA) e formas de atuação, a diretora chegou a taxar as críticas como sendo da “oposição”, e no relato atual do pedido de demissão, a ex-funcionária chegou a agradecer a oportunidade de compor o quadro a prefeita Lucielle (DEM), ao vereador Luisinho que compõe base parlamentar da prefeita na câmara e a secretaria de saúde Iêda Campos.

A unidade de saúde tem produzido situações rotineiras que tem gerado polêmicas, criticas e insatisfações por parte da população sobre formas atendimento médico e gestão do local.

✓ Redação PH Bezerros