A atuação da gestão ainda sob a mesma estrutura do governo anterior em gerência de pastas tornam informações conflitantes

 Anteriormente, a Prefeitura havia confirmado em nota os empenhos realizados e diz ser para reserva financeiras e gastos com folha de pagamento.

Após identificação de empenhos na pasta de Esportes e Juventude no valor de R$ 207 mil, em novas consultas ao portal da transparência foram identificados e detalhados pela redação PH Bezerros o orçamento que se somado chega a uma marca de R$ 1,9 milhão com outros 3 gabinetes de atuação semelhante juntamente com a pasta de Esportes e Juventude que foram:

Gabinete do secretário de Esportes e Juventude com empenhos de R$ 1.103.500,00 milhão,

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Gabinete do secretário turismo e esportes: 567.956,86

e Gabinete do secretário Esportes e Lazer 23.700,00.

 

As informações conflitantes se dão devido a atividade da atual gestão pela estrutura de governo das pastas executivas da gestão passada por ainda não ter sido apresentada reforma administrativa até o momento. Pela considerada informalidade administrativa, a prefeitura segue dando ênfase a gestão fiscal do município.

Da mesma maneira, as pastas e gabinetes ainda não contabilizam ações prestadas, responsáveis apresentados a público e nem previsão de atuação efetiva devido a pandemia do Covid-19, preocupando o destino da verba com os empenhos realizados através das pastas e gabinetes, uma vez que, aparentemente, a área encontra-se quase inoperante mantendo apenas despesas básicas de acordo com nota emitida pela prefeitura.

Por isso, é necessário a máxima atenção a prestação de contas destes empenhos superiores a R$ 1,9 milhão por uma área considerada inoperante para que não se torne pelo conhecido termo “cabide de emprego” das gestões passadas já que até mesmo em época de campanha eleitoral a pasta exclusiva de Esportes e Juventude não era prevista pela gestão, bem como ações e trabalhos estão praticamente imprevisíveis para tamanha previsão de orçamento.

 

Redação PH Bezerros