Serviços básicos de infraestrutura continuam acontecendo de forma lenta no município de Bezerros sendo uma das áreas de mais necessidade e demanda da população. Desde o inicio de 2021, reclamações que já eram constantes tornaram-se mais intensas devido ao acumulo de serviços gerado pela quase paralisação de atividades no início da gestão em um período de quatro meses entre janeiro ao final do mês de março quando os trabalhos iniciaram-se de forma gradual. Autoridades do legislativo por vezes tomaram como pauta a demanda atuando na limpeza e retirada de entulhos pela cidade, mas a demanda continua alta e com constantes reclamações em redes sociais. Bezerrenses vem alertando a gestão sobre o modelo de atuação da pasta de Infraestrutura relatando dificuldades e insatisfações na forma de atuação da pasta alegando engessamento a um calendário previsto gerando falta de prioridade para prestação dos serviços.

As ações da secretaria de Obras e Serviços públicos tem como responsável o secretario Samuel Santos, foi o segundo mais rejeitado pelos bezerrenses na última enquete realizada pelo Site PH Bezerros em suas redes sociais com 37,9% de reprovação. Os modelos de atuação da pasta parecem não satisfazer ainda mesmo após 6 meses de gestão.

Após indagações de leitores, em consulta ao portal da transparência da prefeitura em números divulgados a público, dados trazem o quantitativo de gastos consolidados e pagos em valor aproximado de R$ R$ 28.347.402 milhões em (6) meses do ano de 2021 com maior repasse para secretaria de Infraestrutura com orçamento crescente mês a mês de Janeiro a Junho pagos para manutenção e serviços para área de infraestrutura e pasta de obras de Bezerros.

Em números comparativos, no mesmo período de (6) meses de janeiro a junho de 2020, as pastas de Infraestrutura e obras obtiveram gastos pagos efetivos em torno de R$ 38.900 milhões somando os pagamentos consolidados para as secretarias de janeiro a junho onde a sensação de insatisfação popular sobre o atraso e demanda dos serviços também eram constantes. Desta maneira, o valor pago em 2021 em comparativo ao ano de 2020 sofreu queda em valor cerca de R$ 10 milhões.

Do valor já gasto, questionamentos surgem sobre a qualidade e quantidade de serviços prestados com poucas intervenções geradas por parte da secretaria na infraestrutura precária da cidade. Ações rotineiras de limpeza, retirada de entulhos, iluminação acontecem de forma tímida e ações de pavimentação, asfaltamento, requalificação, saneamento de maiores valores ainda seguem em maioria estagnados, assim como serviços de requalificação feitos, vários apresentaram baixa qualidade sendo necessário nova ação local.

 

Redação PH Bezerros / Informações Portal da Transparência da Prefeitura de Bezerros