Provocações propositais de focos de incêndio para queimação de lixo descartado irregularmente ou áreas de vegetação causam perigo e transtornos a população.

Por provocar um incêndio propositalmente os riscos são diversos desde a queimação do material que pode causar fumaça tóxica, alastramento da queimada, prejuízos a rede elétrica em contato com fios ou postes, e até mesmo invasão de casas pelo fogo atingindo famílias e pertences.

No final da tarde desta última quarta-feira (21/07), caso de queimação de material descartado de forma irregular no Residencial Bezerros/Jurema causou alastramento de incêndio pela vegetação trazendo riscos aos moradores da localidade. As chamas foram controladas e a situação não teve agravamento.

O descarte do lixo deve ser feito de forma adequada evitando casos de acúmulo e resoluções precipitadas de ateamento de fogo que podem ocasionar em situações graves de altos focos de incêndio e prejuízos como também ocorrido no centro da cidade de Bezerros em prédio público neste mês de julho de 2021.

Além de ateamento proposital, focos de incêndio acidentais também podem ocorrer com descuidos de descarte de materiais inflamáveis como bitucas de cigarros, isqueiros, pilhas e baterias necessitando de maior atenção da população para forma de depósito destes de forma reciclável e regular para segurança de trabalhadores do serviço de coleta e precaução de situações de criação de fogos de incêndio que podem ser prejudiciais.

 

✓ Redação PH Bezerros