Crítica de Carlos Eduardo Lula foi destinado ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido) que afirmou, nesta quinta-feira (10), que o ministro Marcelo Queiroga prepara um parecer sobre o tema

 

Foto: Márcio Sampaio
O presidente do Conass (Conselho Nacional de Secretários Estaduais de Saúde), Carlos Eduardo Lula, criticou a proposta do governo federal de desobrigar do uso de máscara quem já foi vacinado ou infectado pela Covid-19. Para Lula, a proposta não tem pé nem cabeça e é irresponsável.
“Ele vai ultimar um parecer visando a desobrigar o uso de máscara por parte daqueles que já foram vacinados ou que já foram contaminados para tirar este símbolo que, obviamente, tem sua utilidade para quem está infectado”, disse em solenidade no Palácio do Planalto.
 Segundo o Presidente Jair Bolsonaro, agora cabe ao ministro da Saúde Queiroga um parecer sobre o tema visando a desobrigação do uso de mascara de quem já foi vacinado.
 Redação PH Bezerros / Com informações da Folha de Pernambuco