O caso da menina Beatriz Mota segue repercutindo em todo país devido a não resolução do crime, a garota foi morta aos sete anos de idade com 42 facadas no dia 10 de dezembro de 2015,  dentro de uma sala desativada no colégio particular em que estudava durante a festa de formatura da irmã mais velha acontecia numa instituição de ensino privada e havia várias pessoas no momento do crime.

Na noite do ocorrido em um dado momento, a menina se afastou dos pais para beber água e não voltou mais, após procura no colégio o corpo foi encontrado cerca de 30 minutos depois esfaqueado.

A mãe Lucinha Mota luta a 6 anos por justiça para localizar os responsáveis, mas até então não conseguiu prender os culpados. Para reforçar a luta, a mãe iniciará no dia 5 de dezembro de 2021 uma caminhada de Petrolina a Recife com o intuito de cobrar ainda mais atenção dos órgãos de investigação.

Em Bezerros a organização de recepção tem a organização do vereador Luisinho do sindicato e do Padre Luiz Antônio.

Mais detalhes serão publicados pelo PH Bezerros …