Pernambuco recebeu, nesta sexta-feira (23), novas 142.150 doses de vacinas contra a Covid-19, sendo 28.400 da Coronavac/Butantan e 113.750 da Astrazeneca/Fiocruz. Porém a quantidade é inferior ao esperado pelo governo do Estado, que deveria receber mais de 120 mil doses da Coronavac/Butantan do Ministério da Saúde.

Com isto, o plano de imunização de estados e municípios pode ser afetado. Pernambuco, que tinha previsão de encerrar a imunização de idosos até o fim de abril, por exemplo, deve encerrar esse grupo apenas em meados do mês de maio por alterações na distribuição do Ministério da Saúde.

“Nos preocupa o ritmo da entrega de vacinas pelo Plano Nacional de Imunização (PNI). Esta semana estamos registrando uma queda da entrega da vacina Coronavac para aquilo que estava previsto”, Disse o secretário de saúde André Longo. De acordo com o gestor, as doses da vacina do Butantan que deveriam ser entregues pelo PNI seriam destinadas para a segunda dose.

“Os estados e municípios não estão tendo a previsibilidade necessária para o seu planejamento e isso compromete o serviço na ponta. Nós precisamos que haja uma previsibilidade e que o cronograma de entrega de vacinas seja Publicado e seja cumprido”, reforçou o secretário.

O município de Bezerros chegou a marca de 13,6% de vacinados com a primeira dose e 4,9% tomaram a segunda dose e estão imunizados contra COVID-19.

 

Redação PH Bezerros

Informações gerais: Folha de Pernambuco