Durante sua fala no grande expediente desta terça-feira (06) de Abril, em reunião ordinária, o vereador Valmir Neto (PSD) abordou a ação do DETRAN no município neste domingo (04) de Abril. O tema levado a plenário foi de bastante repercussão na cidade, o que, pela vez do vereador em sua fala, faltou o olhar mais humanitário por parte do Governo Estadual.

O Detran, por sua vez, é um órgão estadual e não compete a atuação da gestão municipal da esfera executiva ou legislativa o controle ou se quer interferência no âmbito de suas ações. O mesmo vem cumprindo seu papel de fiscalização as ordens do governo do Estado e, durante sua ação neste ultimo domingo, teve visita de alguns vereadores que se mostraram indignados e a favor da população mais carente do município.

Em sua fala o vereador pediu um olhar de mais humanidade a alguns casos de apreensão que estavam com IPVA do seu veiculo atrasado e não tinham condições de pagar devido a situação prejudicial da pandemia. “Nosso intuito foi de apaziguar dentro da legalidade a condução da blitz… Eu sei que é importantíssimo cuidar do nosso trânsito, salva vidas, mas em meio a pandemia onde acabamos de sair de um lockdown com o povo sem poder trabalhar dentro de casa. Então o povo vai escolher trazer uma feira para casa ou pagar o IPVA? Isso não tem o que se questionar”, ressaltou Valmir Neto em sua fala.

” Fica aqui o meu apelo ao governador que tenha zelo pelo nosso povo… Estamos tento nossos direitos privados então como vamos conseguir cumprir com nossos deveres? O governo do Estado deveria estar preocupado se está chegando a feira na mesa do povo, do desempregado e não trazer problemas em cima de problemas”, disse Valmir Neto. Em conclusão a sua fala, o vereador ressaltou: “Bezerros não pode ser centro de arrecadação para o governo do Estado”.

 

Redator: Rômulo Pedro